Festival Internacional de Marionetas do Porto

COMPANHIAS

COCON

SEXTA, 24 DE SETEMBRO

ACE / Teatro do Bolhão (Palácio do Bolhão), 24 de Setembro, 23h00
Preço:
5€ (desconto 20% para <25 ou  >60; estudantes, grupos, profissionais)
M/12 anos

UTA GEBERT
“COCON”

Casulo

Um deserto arenoso. Algo começa a mover-se. Uma mão rendilhada, como uma raiz, desenterra-se e é rapidamente seguida por outra. No entanto, a segunda parece pertencer a uma criatura de outro mundo… Serei aquilo que sou? – É a questão que este acto de criação em várias partes, que este trabalho de mãos invisíveis parece colocar.
Casulos, mundos minúsculos, imagens de sonhos. Cocon – uma peça sem palavras – fala do ciclo da morte e da transformação, de não ter para onde ir, da necessidade de protecção e da busca do conhecimento.

Encenação e Interpretação: Uta Gebert
Cenografia e Marionetas: Uta Gebert
Assistência Artística: Petra Hillbricht, Ilka Schönbein
Vídeo: Silja Lex
Musica: Morgan Daguenet

utagebert.blogspot.com
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – english version

Anúncios

ÓPERA DOS 5 € – AKA – TRANS GUETO EXPRESS

SEXTA, 24 DE SETEMBRO

Mosteiro São Bento da Vitória, 21h30
Preço:
bilheteira do TNSJ
M/12 anos

TEATRO DE FERRO + RADAR 360º + TEATRO DO FRIO
“ÓPERA DOS 5 € – AKA – TRANS GUETO EXPRESS”

Nesta mistura de festa com ensaio de banda-de-garagem experimental e ópera de arte total low cost, migrantes, nómadas, artistas de rua e outros, também de casa às costas, co-habitam com o nosso estimado público.
Ópera dos Cinco € – also known as – Trans Gueto Express acontece num dispositivo instalado no exterior. Posto fronteiriço, campo de retenção em outsourcing, check point, salão de baile, quermesse, circo novo – pelintra (ex-novo-rico), teatro de feira, feira da ladra e da contrafacção… Imagens de que partimos e que configuram a relação deste objecto cenográfico com o evento espectacular/performativo.  Também aqui continuamos a trabalhar sobre uma ideia de transversalidade estrutural, que cruza elementos oriundos de linguagens da cena distintas como o circo ou a marioneta. Nos corpos e na voz dos actores, procuramos espaços comuns a estas linguagens. A apropriação do espaço nas suas diversas escalas, dos objectos manipulados, do olhar e do escutar dos outros – espectadores é o caminho que nos importa agora percorrer.
Esta criação, congrega três estruturas / grupos / companhias: Teatro de Ferro, Radar 360°, Teatro do Frio. Com esta associação procuramos experimentar formas alternativas de produção e as suas relações com os processos criativos.
Imaginemos uma pequena praça ao entardecer. Uma trupe de saltimbancos chega e instala-se. São românticos os nómadas não são? Repara como parecem livres e felizes. Os miúdos, à solta, correm de um lado para o outro. Os adultos, meios aciganados, continuam a tirar coisas das carrinhas e cantam enquanto o fazem. Brecht rap e techno Weill. Alguns sabem fazer habilidades bem giras – enfim, as tradicionais melhoradas. Fartam-se de bulir, têm bichos carpinteiros e, no entanto, movem-se num tempo fora do carril de Saturno. Esse seu tempo outro – o de um mundo ambulante, de um mundo gema dentro de um ovo de Colombo, de um mundo em trânsito – servirá de molde e máscara ao nosso espectáculo.

“A ópera dos cinco € – aka – trans gueto express» tenta tirar da gaiola dos especialistas e das especialidades alguns temores, inquietudes e fechamentos que nos tocam a todos, privilegiando a dissonância, mas procurando acertos de cadência e de palavra que façam do tempo espectacular um laboratório de outras formas de estar com.”
Regina Guimarães

Dramaturgia, Texto e Canções: Regina Guimarães
Encenação e Cenografia: Igor Gandra
Movimento: Carla Veloso
Marionetas: Júlio Alves
Figurinos: Diana Regal
Interpretação: António Oliveira, Igor Gandra, José Pedro Ferraz, Julieta Rodrigues, Rodrigo Malvar e Rosário Costa; [participação especial] Carlota e Matilde
Desenho de luz: TdF e Gil Rovisco
Assistente de Figurinos: Elisa Pinto
Fotografia de Cena: Susana Neves
Design Gráfico: CATO
Operação de Som: João André Lourenço
Direcção de Montagem: Virgínia Moreira
Oficina de Construção: Catarina Falcão, Virgínia Moreira, Vera Martins e Américo Castanheira – Tudo Faço
Produção: Teatro de Ferro
Co-produção: Teatro de Ferro, Radar 360º, Teatro do Frio, Festival Escrita na Paisagem, Festival Internacional de Marionetas do Porto, Teatro Nacional São João
Agradecimentos: Catarina Lacerda
O Teatro de Ferro é uma estrutura financiada pelo Ministério da Cultura/Direcção Geral das Artes

www.myspace.com/teatrodeferro
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – english version


LA TIMIDEZZA DELLE OSSA

SEXTA, 24 DE SETEMBRO

Sala de Ensaios do Teatro de Ferro, 19h00
Preço: 5€ (desconto 20% para <25 ou >60; estudantes, grupos, profissionais)
M/12 anos

PATHOSFORMEL
“LA TIMIDEZZA DELLE OSSA”

A Timidez dos Ossos

Uma tela branca, emoldurada divide o espaço completamente até acima, o corpo no palco está separado dos espectadores. A superfície plana ocupa toda a visão, sem transparência para imagens. Uma forma impressionada na tela pela parte de trás quebra a espera, é o primeiro fragmento de um corpo humano impresso através da matéria para mostrar a sua turva impressão contra a luz, A partir da superfície branca, aparecem fragmentos humanos ou vestígios de uma civilização escondida; da matéria leitosa florescem fragmentos em relevo para criar um flutuante baixo-relevo.
A progressão das imagens revela a realização de um corpo. Desde o início, os fragmentos estão sozinhos.
Eventualmente, eles representam a imagem familiar de um corpo humano. Fetos definindo a sua anatomia durante a gestação, o corpo molda-se pouco a pouco. Eles testam a capacidade do útero, empurrando às cegas a parede de um pálido útero materno; uma tentativa aparente não haver nenhuma restrição gravitacional pela forma como os corpos aparecem em toda a superfície.
Nariz, o osso da coxa, ombro e dedos estão soltos e surgem através de uma fina epiderme que tudo revela. São fantasmas que alteram a nossa percepção do corpo humano, fazendo uma dança radiográfica feita em bruto de músculos e ossos esmagados. O corpo é reduzido à sua estrutura; fisionomia, sinais distintivos e carne desapareceram.
Toda vez que o corpo se destaca, o alívio desaparece face à homogeneidade indiferente da tela.
É como perder as memórias, os fragmentos são letras de um corpo para reescrever que não deixa rastros ou testemunhas.

Daniel Blanga Gubbay / Francesca Bucciero / Paola Villani
Em Colaboração com: Milo Adami
Produção: pathosformel 2007/ FIES Factory One
Em Colaboração com: Sezione Autonoma – Teatro Comandini. Cesena, Italy
Menção Honrosa:  Prémio cenografia 2007

www.pathosformel.org
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – english version


VIAGEM DE AUTOCARRO TURÍSTICO

SEXTA, 24 DE SETEMBRO

Cordoaria, 18h30

Viagem de Autocarro Turístico da Cordoaria ao Teatro do Ferro, para o espectáculo “LA TIMIDEZZA DELLE OSSA, Pathosformel (Itália)”.


ÓPERA DOS 5 € – AKA – TRANS GUETO EXPRESS

TEATRO DE FERRO
“ÓPERA DOS 5 € – AKA – TRANS GUETO EXPRESS”

Nesta mistura de festa com ensaio de banda-de-garagem experimental e ópera de arte total low cost, migrantes, nómadas, artistas de rua e outros, também de casa às costas, co-habitam com o nosso estimado público.
Ópera dos Cinco € – also known as – Trans Gueto Express acontece num dispositivo instalado no exterior. Posto fronteiriço, campo de retenção em outsourcing, check point, salão de baile, quermesse, circo novo – pelintra (ex-novo-rico), teatro de feira, feira da ladra e da contrafacção… Imagens de que partimos e que configuram a relação deste objecto cenográfico com o evento espectacular/performativo.  Também aqui continuamos a trabalhar sobre uma ideia de transversalidade estrutural, que cruza elementos oriundos de linguagens da cena distintas como o circo ou a marioneta. Nos corpos e na voz dos actores, procuramos espaços comuns a estas linguagens. A apropriação do espaço nas suas diversas escalas, dos objectos manipulados, do olhar e do escutar dos outros – espectadores é o caminho que nos importa agora percorrer.
Esta criação, congrega três estruturas / grupos / companhias: Teatro de Ferro, Radar 360°, Teatro do Frio. Com esta associação procuramos experimentar formas alternativas de produção e as suas relações com os processos criativos.
Imaginemos uma pequena praça ao entardecer. Uma trupe de saltimbancos chega e instala-se. São românticos os nómadas não são? Repara como parecem livres e felizes. Os miúdos, à solta, correm de um lado para o outro. Os adultos, meios aciganados, continuam a tirar coisas das carrinhas e cantam enquanto o fazem. Brecht rap e techno Weill. Alguns sabem fazer habilidades bem giras – enfim, as tradicionais melhoradas. Fartam-se de bulir, têm bichos carpinteiros e, no entanto, movem-se num tempo fora do carril de Saturno. Esse seu tempo outro – o de um mundo ambulante, de um mundo gema dentro de um ovo de Colombo, de um mundo em trânsito – servirá de molde e máscara ao nosso espectáculo.

“A ópera dos cinco € – aka – trans gueto express» tenta tirar da gaiola dos especialistas e das especialidades alguns temores, inquietudes e fechamentos que nos tocam a todos, privilegiando a dissonância, mas procurando acertos de cadência e de palavra que façam do tempo espectacular um laboratório de outras formas de estar com.”
Regina Guimarães

Dramaturgia, Texto e Canções: Regina Guimarães
Encenação e Cenografia: Igor Gandra
Movimento: Carla Veloso
Marionetas: Júlio Alves
Figurinos: Diana Regal
Interpretação: António Oliveira, Igor Gandra, José Pedro Ferraz, Julieta Rodrigues, Rodrigo Malvar e Rosário Costa; [participação especial] Carlota e Matilde
Desenho de luz: TdF e Gil Rovisco
Assistente de Figurinos: Elisa Pinto
Fotografia de Cena: Susana Neves
Design Gráfico: CATO
Operação de Som: João André Lourenço
Direcção de Montagem: Virgínia Moreira
Oficina de Construção: Catarina Falcão, Virgínia Moreira, Vera Martins e Américo Castanheira – Tudo Faço
Produção: Teatro de Ferro
Co-produção: Teatro de Ferro, Radar 360º, Teatro do Frio, Festival Escrita na Paisagem, Festival Internacional de Marionetas do Porto, Teatro Nacional São João
Agradecimentos: Catarina Lacerda
O Teatro de Ferro é uma estrutura financiada pelo Ministério da Cultura/Direcção Geral das Artes

www.myspace.com/teatrodeferro
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – english version


PETITES HISTOIRES SANS PAROLES

BRICE COUPEY / CIE L’ALINÉA
“PETITES HISTOIRES SANS PAROLES”

As histórias:

O Saco
Três marionetas encontram um saco voraz, tema clássico e sempre eficaz.
Encenação: Alain Recoing (Théâtre Aux Mains Nues)
marionnettes de luva de Lyon em teatrinho.
Apoio à producção: Théâtre Aux Mains Nues

A mão
Uma marioneta um pouco lunar é confrontada com a mão do manipulador que a constitui.
Encenação: Pierre Blaise (Théâtre Sans Toit)
marioneta de luva em teatrinho
Apoio à producção: Théâtre Sans Toit

Essor
E se a água de amanhã tomasse o mesmo rumo que o petróleo de ontem?…
Encenação : Ombline de Benque
marionetas de esponja, manipulação à vista sobre uma mesa
Co-produção : Comme Vous Emoi, Montreuil
– novas histórias estão em preparação…

Brice Coupey Marionetista
Sylvain Lemêtre Mùsico
Mariana Rocha Responsàvel de Difusão
Laurence Bellanger Créditos Fotográficos

leblogabrice.blogspot.com
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – english version


JAKUSCH

UTA GEBERT
“JAKUSCH”

Um sótão tenuemente iluminado. Num banco, uma velhinha pequena e bonita, no seu crepúsculo, suspensa por delicados fios. É animada com grande concentração e virtuosismo. Em doze minutos, desliza com os amplos braços estendidos desde as memórias sombrias até ao presente. Esta íntima miniatura fala da velhice e do medo dela, como uma batida do coração, um piscar de olhos, um relógio chegando à hora, ou como um abraço.

Conceito e Interpretação: Uta Gebert
Assistente Artístico: Renaud Herbin

utagebert.blogspot.com
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – english version